segunda-feira, 5 de maio de 2008

Homem de Ferro



Nunca fui muito fã do Homem de Ferro nos quadrinhos. Mas tenho que confessar, a Marvel acertou a mão na sua adaptação para a telona. O filme é empolgante e divertido. A história está bem amarrada e o Tony Stark de Roberto Downey Jr é genial. Como faz toda adaptação de quadrinhos é preciso atender tanto ao público aficcionado, quanto àqueles que terão contato com o herói pela primeira vez. O filme cumpre bem esta missão.

O filme foi o primeiro da Marvel Studios e com um faturamento de estréia na casa dos 100 milhões de dólares, foi um começo promissor. Com o controle da produção das adaptações de seus personagens nas mãos, espera-se que a Marvel não repita fiascos como Demolidor, Elektra e Quarteto Fantástico e que o padrão daqui pra frente seja balizado em filmes como Homem Aranha e Homem de ferro.
Segundo o site Omelete a Marvel divulgou o cronograma de seus próximos filmes: Homem de Ferro 2 e Thor em 2010 e Capitão América e Vingadores em 20011.
Agora que venha o Hulk, em junho. Esperamos que o verdão se recupere do fracasso de seu primeiro filme e que escape do limbo cinematográfico onde outros já foram atirados.

4 comentários:

Léo e só disse...

Olá Afonso

Eu vi o homem de ferro e tbm não sou fãzão, mas é muito empolgante.

Espero ansioso o Hulk que é o meu preferido. Se estiver no mesmo nível do latinha vai ser perfeito.

Imagina os supremos, quer dizer, os vingadores.

abs

PS: cheguei por aqui pelo jaba do Biscoito.

Afonso Andrade disse...

Leo,
Realmente, Vingadores versão supremos seria sensacional.

Afonso

Adauto disse...

Buenas!

Antes de mais nada é bom dizer que adorei o filme (já comentei, inclusive, lá no meu site). Apenas resolvi compartilhar aqui um comentário que fiz em função de um post do amigo e copoanheiro Bicarato, lá no (http://www.alfarrabio.org/index.php?itemid=2818), ao tratar do tema Open Source e Iron Man:

"Curioso. O filme tem uma passagem mais ou menos nesse sentido. A miniaturização de um reator feita por Tony Stark (que ele leva no peito para manter sua própria vida) é literalmente arrancada dele pelo vilão Obadiah Stane.

Em seu discurso (que todo vilão faz) ele reclama que Tony é muito egoísta, que na verdade deveria compartilhar seu conhecimento.

(...)

Parece-me um pouco de "Teoria da Conspiração" - até porque o vilão usurpa do invento de Tony visando utilizá-lo para o "mal" - mas, revendo na memória, o filme teria uma tendência (beeeeeem subliminar) de mostrar ao mundo que o que foi compartilhado (cooresponde ao vilão) foi usado para o mal, e o que é proprietário (corresponde ao mocinho) é usado para o bem.

Esquisito. Se bem que o que seria o bem e o mal senão simples faces da mesma moeda?"

Samara Layne disse...

Ainda não assisti, assim que eu ver, venho aqui contar minha experiencia! rsrs
Mas a verdade é que desde que soube que seria uma produção da Marvel, me interessei mais.. quem mais poderia retratar os personagens do que os "donos"??
E fica a espera pelos próximos!

Obs: estou adoraaando o blog! xD